Câmara térmica/estufa para aquecimento de bidões a diferentes temperaturas

Cepsa Lubrisur

Câmara com calefação para aquecer e arrefecer aditivos na CEPSA

A DENIOS concebeu e fabricou uma câmara térmica dividida em quatro compartimentos a diferentes temperaturas e com capacidade total para 8 contentores de 1000 litros. Como fonte de energia para a calefação foi usado vapor de água gerado noutros processos da fábrica.

Requisitos:

Para a criação do equipamento estiveram presentes dois fatores fundamentais:

  • A necessidade de aquecer os bidões de aditivo a diferentes temperaturas, cumprindo estritamente as especificações dadas pelo fabricante de cada aditivo e reduzindo ainda o tempo de aquecimento dos mesmos.
  • Além disso, os elementos de controlo da câmara térmica devem ser manuseados de forma remota pelo sistema de controlo central da fábrica: tempo de aquecimento, temperatura atingida, etc.

O desafio

Estes requisitos foram expostos aos especialistas da DENIOS, a quem também se comunicaram outros fatores como:

  • a segurança,
  • a ergonomia na sua utilização,
  • a eliminação dos vapores,
  • conseguir a minimização do impacto ambiental e
  • eficiência energética.

Pretendia-se definitivamente dispor de um equipamento que proporcionasse uma melhoria à produtividade da fábrica e dispusesse dos últimos avanços tecnológicos.

Solução:

A DENIOS desenvolveu e fabricou uma câmara térmica com capacidade para 8 paletes americanas ou oito GRGs de 1000 litros.

  • O aquecimento ocorre com vapor de água a uma pressão de 6 bar e consegue-se que seja homogéneo nas substâncias pela recirculação do ar quente (convecção), ajudado pelo isolamento térmico integral da câmara. Para conseguir que as substâncias possam atingir até +70ºC, é possível chegar a uma temperatura de até +90ºC no interior de cada um dos compartimentos da câmara.
  • A temperatura de cada um dos quatro compartimentos independentes pode ser supervisionada e controlada de forma remota graças a uma ligação ao centro de controlo da fábrica (recolha de parâmetros com sonda PT100 ligada a esse controlo central).
  • A câmara térmica está equipada, além disso, com bacia de retenção integrada para controlo de derrames e com 4 portas batentes isoladas termicamente que se podem usar de forma independente. Desta forma é diminuído o consumo de calefação e energia.

A câmara térmica da DENIOS oferece à CEPSA uma solução à medida das suas necessidades, para um aquecimento eficiente dos seus aditivos, ao mesmo tempo que os seus trabalhadores e o meio ambiente ficam perfeitamente protegidos.

Câmara com calefação para aquecer e arrefecer aditivos na CEPSA