DENIOS Portugal
Alameda da Empresa, nº 64
Candal Park – Fração AL-14
4400-133 Vila Nova de Gaia

Tel: +351 800 11 31 56 (gratuito)
Email: info@denios.pt
Web: denios.pt

Como escolher a melhor bacia de retenção

Na Europa, poluir as águas é punido com pena de multa ou pena de prisão até 5 anos e existe o princípio do poluidor pagador que obriga o poluidor, tanto a reparar, como a prevenir danos ambientais causados pela sua atividade. Na indústria, lidamos todos os dias com substâncias perigosas e, geralmente, não sabemos como armazená-las de maneira a proteger a saúde das pessoas e a integridade do ambiente.

Que podemos fazer? Utilizar sistemas de recolha de possíveis contaminantes dos solos e águas, como são as bacias de retenção, pavimentos de retenção e equipamentos de recolha segura dos contaminantes, para cumprir com o armazenamento seguro de substâncias perigosas.

Esperamos que esta guia da DENIOS sobre sistemas de retenção esclareça todas as suas dúvidas.

Sistemas de contenção e origem da bacia de retenção

Os sistemas de contenção são dispositivos ou elementos para a retenção de produtos químicos perigosos que possam ter sido dispersos devido a fugas e derrames fora dos sistemas que normalmente os contêm. Em particular, são salas de retenção, bacias de retenção, tanques de contenção, poços, condutos, recipientes ou superfícies nas quais são retidos produtos químicos perigosos ou dos quais são descarregados produtos químicos perigosos.

A bacia de retenção é um elemento móvel no qual são colocados recipientes como garrafões, jerricãs, bidões ou IBCs, cuja missão é reter o possível líquido derramado acidentalmente destes recipientes.

Existe, portanto, um conjunto de características que não podem faltar numa bacia de retenção:

  • Deve ser impermeável para eliminar o risco de fuga ou derrame das substâncias que se pretende conter.

  • Deve ser totalmente resistente a estas substâncias para que a corrosão não possa afetar a sua estanquidade e possa continuar a cumprir a sua função principal: impedir um derrame.

Tamanhos e utilizações

Bacias para transporte, para armazenamento, para operações de trasfega e descarga... a função principal da bacia, bandeja ou piso de retenção irá determinar o tamanho e modelo adequado. Neste guia, descobrirá uma gama muito extensa de modelos e tamanhos fabricados com a garantia DENIOS.

Entre as opções disponíveis, encontrará:

  • Bacias de retenção em aço, aço inoxidável ou polietileno

  • Bacias de retenção aptas para o transporte com empilhadora

  • Bandejas de retenção para recipientes pequenos

  • Bacias e bandejas com rodas

  • Estantes com bacias de retenção incorporadas

Um pouco de história

A bacia de retenção foi inventada pelo fundador da DENIOS, Helmut Dennig, em 1986. Inicialmente, concebeu-o para recolher os derrames enquanto mudava o óleo no seu carro.

Uma simples ideia quotidiana transformou-se numa grande inovação e no início da missão do Grupo DENIOS de trabalhar para a segurança industrial e a proteção ambiental. Após mais de 30 anos, o nosso catálogo de bacias e bandejas de retenção, o maior da Europa, está constantemente a crescer e melhorar e tem agora mais de 500 modelos que satisfazem todas as possíveis necessidades dos nossos clientes.

O que é uma bacia de retenção e para que serve?

Durante o armazenamento, trasfega ou descarga de substâncias perigosas, tais como óleos, tintas ou produtos químicos contaminantes, é importante contar com um volume de contenção para recolher as possíveis fugas ou derrames dos produtos e assim mantê-los afastados do solo e águas subterrâneas. Isto também inclui as águas provenientes da extinção de incêndios. As bacias de retenção são uma solução técnica para oferece, precisamente, este volume de retenção necessário, em caso de incidente.

Como saber o volume de retenção necessário?

O volume ou capacidade de retenção é, juntamente com a resistência e estanquidade, a terceira característica fundamental de uma bacia ou bandeja de retenção. Um volume de retenção correto assegura que a bacia é adequada para cumprir a sua função, mesmo que todo o conteúdo dos contentores armazenados se derrame.

Uma bacia de retenção deve poder conter pelo menos 10% da quantidade total armazenada na bacia, ou, pelo menos o volume total do maior recipiente armazenado. Algumas zonas de proteção especial, requerem volumes de retenção maiores,

Em que material deve ser feita a bacia de retenção?

Para responder a esta pergunta, devemos primeiro perguntar-nos: que substância quero armazenar?

O material do qual é feito uma bacia de retenção deve ser compatível com os líquidos que pretende armazenar, e devem-se sempre consultar a ficha de dados de segurança do fabricante de cada produto antes de decidir qual é bacia de retenção colocar.

A priori, o material apropriado para a bacia é o mesmo que o do recipiente em que o produto é fornecido:

AÇO LACADO OU GALVANIZADO >>> Inflamáveis: Para armazenar poluentes não agressivos ou líquidos inflamáveis, tais como tintas, solventes, combustíveis etc., o recipiente adequado deve ser feito de aço lacado ou galvanizado.

POLIETILENO PLÁSTICO PE >>> Corrosivos: Para o armazenamento de químicos agressivos, tais como ácidos e álcalis, a melhor solução é o recipiente de polietileno PE devido à sua resistência à corrosão. Se o grau de agressividade da substância for muito elevado, são necessários tanques de retenção em aço inoxidável.

AÇO INOXIDÁVEL >>> Corrosivos e inflamáveis: Para o armazenamento de produtos químicos muito agressivos que excedem a resistência do plástico, como resinas, alguns peróxidos orgânicos, ...

Precisa de armazenar uma determinada substância e não conhece as suas propriedades?

Consulte a nossa lista de produtos químicos e a sua compatibilidade com bacias de aço, aço inoxidável e plástico (PE).

Substância Concentração Aço 1), 4) Aço inoxidável 2) PE 3)
Acetaldeído ≤ 40%
Acetaldeído tecn. puro
Acetona
Amoníaco (solução)

✓adequado – SS: Solução saturada

*1 Só estável quando está frio. Se aquecido, reavaliar.

1) Aço pintado (10 038) ou galvanizado (10 242).

2) Aço inoxidável (14 301 V2A)

3) Polietileno (PE)

4) As bacias de retenção galvanizadas não devem ser utilizadas para o armazenamento dos seguintes líquidos: ácidos orgânicos e inorgânicos, soda cáustica e lixívia potássica, bem como outros hidróxidos alcalinos, hidrocarbonetos clorados, aminas, compostos nitrosos, cloretos ácidos e outros cloretos, fenol, soluções alcalinas aquosas, nitrilos.

5) Parcialmente adequado

Qual vai ser a a função principal da bacia de retenção?

Existem centenas de modelos de bacias de retenção, pelo que é necessário ser muito claro quanto à utilização pretendida, de modo a escolher a mais adequada.

Armazenagem fixa ou transporte

As bacias com ranhuras para garfos integradas permitem o transporte interno com empilhador, enquanto as bacias com fundo liso são colocadas diretamente no chão ou em cima de paletes. A DENIOS oferece, também, vários modelos com rodas e pegas.

Armazenamento e transferência

As estações de enchimento DENIOS combinam o suporte para bidões ou IBC com uma bacia de retenção para conter qualquer possível derrame durante as operações de trasfega. Deste modo, os bidões não só são armazenados em segurança e com economia de espaço, como estão sempre preparados para uma trasfega segura.

Armazenamento em estantes

A DENIOS também oferece estantes com bacias de retenção integradas. Esta solução é adequada para quase todos os tipos de recipientes de todos os tamanhos. É também utilizado para organizar e maximizar o espaço em contentores modulares para produtos químicos que devem ser armazenados em armazéns certificados e aprovados com resistência ao fogo.

Proteção de grandes áreas

Esta função é garantida por pavimentos de retenção de aço ou plástico. Estes pavimentos à prova de derrames podem ser utilizados como grandes bacias de retenção de áreas de grande extensão. São concebidos para áreas onde se realizam tarefas de transferência, descarga ou trasfega de produtos. Estes pavimentos têm grelhas de plástico ou aço galvanizado suficientemente robustas para resistir a cargas pesadas e incluem rampas de acesso. São muito rápidos e fáceis de montar.

A DENIOS dispõe de pavimentos de retenção personalizados e pavimentos em aço inoxidável, a pedido. Por favor contacte os nossos especialistas a través do 800 11 31 46.

Bacias de retenção para produtos inflamáveis

São classificadas como inflamáveis todas as substâncias que se enquadram nas seguintes características:

  • Substâncias que ao ar e à temperatura ambiente possam aquecer e acabar por incendiar-se, sem fonte de aquecimento ativa;

  • Sólidos que possam entrar em combustão através de faísca ou atuação ligeira de uma fonte de ignição, e que continuam a queimar por si próprios;

  • Líquido cujo ponto de inflamação se situa entre 21 °C e 55 °C;

  • Substâncias que em contato com água ou humidade do ar possam produzir gases altamente inflamáveis, como por exemplo a acetona e o etanol.

Quais são as propriedades de uma bacia de retenção para o armazenamento de líquidos inflamáveis?

A bacia deve ser feita de material não combustível e deve ser impermeável aos líquidos armazenados. Além disso, o material deve ser capaz de dissipar quaisquer cargas eletrostáticas geradas pela fricção do líquido derramado contra o as paredes da bacia. Geralmente, as bacias de retenção de aço (lacados ou galvanizados) têm esta capacidade.

O que deve ser considerado quando se armazenam líquidos inflamáveis?

O armazenamento de líquidos perigosos ininflamáveis deve ser feito em recipientes situados acima do solo ou fossas, dotados dos dispositivos necessários para garantir a sua manutenção segura. Os bidões e recipientes contendo líquidos inflamáveis devem ser armazenados em compartimentos especiais, construídos com materiais resistentes ao fogo, com pavimento impermeável, e um sistema de retenção que não esteja conectado ao esgoto. Os materiais e produtos susceptíveis de reagirem entre si dando lugar à formação de gases ou misturas explosivas ou inflamáveis devem ser conservados em locais suficientemente distanciados e adequadamente isolados uns dos outros.

O recinto tem de cumprir os requisitos necessários de ventilação e proteção contra incêndios.

Bacias de retenção para substâncias corrosivas

Os produtos químicos corrosivos são aqueles que, por ação química, são capazes de destruir ou danificar substâncias ou superfícies com as quais entram em contacto, incluindo os tecidos vivos como a pele. Para saber se um produto é corrosivo, é fundamental consultar a ficha de dados de segurança das substâncias manuseadas onde se encontram, por exemplo, as seguintes frases de advertência de perigo (H):

  • H290: Pode ser corrosivo para os metais.

  • H314: Provoca queimaduras na pele e lesões oculares graves.

As substâncias corrosivas são assiduamente utilizadas na indústria como decapantes, limpadores, para purificação de água etc. Os mais comuns são os seguintes:

  • Ácido clorídrico: utilizado como solvente, como solvente industrial ou como catalisador na produção de outras substâncias químicas.

  • Ácido nítrico: normalmente utilizado como reagente no laboratório.

  • Ácido sulfúrico: frequentemente utilizado na produção de fertilizantes, ou para sintetizar ácidos, sulfatos e na indústria petroquímica. É também utilizado no tratamento de metais e no fabrico de baterias. Quanto às baterias, é importante ter em conta que quando são danificadas, podem libertar este ácido e é necessário contê-las.

  • Hidróxido de sódio ou soda cáustica: é um produto fortemente alcalino e reage de forma muito violenta com ácidos. É utilizado nas indústrias do papel, têxtil e de detergentes, bem como na indústria petrolífera.

  • Hipoclorito de sódio ou lixívia: quando dissolvido em água. Normalmente utilizado como branqueador, purificador de água e desinfetante.

Geralmente, o polietileno (PE) é o material adequado para conter substâncias corrosivas, embora em algumas ocasiões seja necessário utilizar bacias de retenção em aço inoxidável.

Bacias de retenção para substâncias inflamáveis e corrosivas ao mesmo tempo

Neste caso, juntam dois tipos de riscos já que estas substâncias podem:

1- Corroer superfícies, especialmente as metálicas.

2- Gerar cargas eletrostáticas.

Por isso a solução de contenção escolhida tem de ser adequada para controlar ambos os riscos. Em geral, recomenda-se:

  • Bacias de retenção antiestáticas/condutoras de polietileno, tais como as utilizadas nos contentores modulares da DENIOS para líquidos inflamáveis e corrosivos.

  • Bacias de retenção de aço inoxidável, capazes de resistir à agressividade dos líquidos e que possam ser ligados à terra.

Temos todo o gosto em aconselhá-lo!

Seja por telefone, e-mail ou pessoalmente nas suas instalações, teremos todo o prazer em ajudá-lo e aconselhá-lo. Contacte-nos por telefone ou envie um email para info@denios.pt!

Aconselhamento especializado gratuito 800 11 31 46

Armazenar dois produtos diferentes na mesma bacía e outras dúvidas comuns. O que fazer quando....

... tenho de armazenar 2 substâncias diferentes numa única bacias de retenção?

Isto é possível desde que os dois produtos a serem armazenados no mesmo tanque de retenção sejam compatíveis um com o outro.

... quero armazenar um produto novo numa bacia, mas este é incompatível com o produto armazenado anteriormente?

Podem sempre haver vestígios ou resíduos da substância anteriormente armazenada na bacia, mesmo que não sejam visíveis a olho nu. Antes de colocar um novo produto numa bacia de retenção, limpe-a perfeitamente, utilizando os absorventes e produtos de limpeza adequados.

... se acumulou uma substância perigosa na bacia?

As bacias de retenção devem ser inspecionadas visualmente pelo menos 1 vez por semana. Deverá remover a substância acumulada com os absorventes adequados. Recomendamos-lhe o nosso sistema SpillGuard® de aviso de fugas de substâncias perigosas. O prático SpillGuard®, compatível com qualquer bacia de retenção, é fácil de ativar e dispara-se um sinal visual e acústico durante 24 horas em caso de derrame.

... não tenho a certeza se a minha bacia de retenção está em ótimo estado?

Consulte os certificados do fabricante. Geralmente, uma inspeção visual da bacia é suficiente para comprovar se está danificada ou deteriorada. Em caso de dúvida, pode verificar a estanqueidade enchendo-a com água e comprovar que não há fugas. Veja também se a bacia não tem sinais de corrosão interna ou externa.

... tenho de deslocar ou transportar a minha bacia de retenção

Utilize bacias de retenção móveis. A maioria das bacias móveis têm umas ranhuras especiais para acomodar os garfos das empilhadeiras e existem, também, modelos com rodas. Se precisar de transportar uma bacia também pode colocá-la sobre uma palete. Para o transporte por estradas, fora das suas instalações, devem observar-se os regulamentos de transporte aplicáveis.

... não sei onde instalar uma bacia de PE?

Podem ser instaladas em interior e ao ar livre, mas não em áreas perigosas. Quando instalados ao ar livre, as bacias de retenção em PE devem ser protegidas contra as precipitações mediante uma lona ou dentro de um depósito de armazenamento.

Que mais preciso para garantir o armazenamento seguro dos meus produtos?

Legislação e certificações sobre bacias de retenção

Normas aplicáveis:

Para a armazenamento de produtos químicos existe a seguinte legislação:

  • Regulamento de armazenamento de produtos químicos: Decreto Lei 243/86.

  • Portaria n.º 53/71, de 3 de fevereiro.

  • Portaria n.º 131/2002, de 9 de fevereiro.

  • Exigências Global Gap.

  • Regime Geral de Gestão de Resíduos: Decreto-Lei nº 178/2006.

Certificações:

As bacias são testadas para certificar o seu volume de retenção e estanquidade. Para as bacias de aço, realiza-se um ensaio por líquido penetrante em cada soldadura. No caso de bacias em PE, o tipo de material utilizado é verificado e as bacias são dimensionadas com uma sobre-espessura de corrosão para aumentar a durabilidade da bacia. Em todos os tipos de bacias de retenção, a resistência é verificada mediante uma prova de carga com 4 vezes o peso certificado como capacidade de carga pela DANIOS. Uma bacia certificada para 1000 kg de carga é testado e aguenta com 4000 kg!

Aprovações:

Na DENIOS fabricamos as bacias de retenção de acordo com os mais elevados padrões do mercado. Como multinacional de origem alemã, fabricamos de acordo com as normas alemãs que são as mais rigorosas da Europa.

O cumprimento destes regulamentos, controlados pelo DIBt (Instituto Alemão de Tecnologia de Construção) e auditados pela TÜV, permitem-nos certificar e homologar as nossas bacias e ofrecer, assim, todas as garantias de segurança aos seus utilizadores.

Artigos relacionados

FAQ

Como escolher a melhor bacia de retenção?

Saiba tudo sobre o armazenamento de substâncias perigosas com bacias de retenção. Descubra tudo o que precisa de saber para escolher a bacia de retenção ideal.

Saber mais
i

A informação especializada presente neste site foi reunida e incluída cuidadosamente e de acordo com os nossos conhecimentos e convicções. Porém, a DENIOS Portugal não pode assumir qualquer tipo de garantia ou responsabilidade, seja contratual, extracontratual ou de qualquer outro tipo, pela atualidade, integridade e exatidão, nem perante o leitor nem perante terceiros. A utilização da informação e do conteúdo para fins próprios ou de terceiros é, portanto, de sua exclusiva responsabilidade. De qualquer forma, respeite sempre a legislação local vigente.

Menu
Log In
O seu carrinhoAdicionar ao carrinho
Ir ao carrinho
Teremos todo o gosto em aconselhá-lo!

Telefone-nos ou preencha o formulário e entraremos em contacto consigo o mais rapidamente possível.

De segunda a sexta das 8h às 17h