12 Normas básicas de armazenamento de substâncias químicas

Os produtos químicos utilizados na indústria, para além dos riscos que originam por si mesmo, em contacto com outros produtos podem produzir reações ainda mais perigosas.

Armazenamento de produtos químicos

O armazenamento incorreto de determinadas substâncias em fábricas, laboratórios ou oficinas, podem dar origem a acidentes que afetam a saúde das pessoas e o meio ambiente.

Para evitar estas conttrariedades no armazenamento de produtos químicos, é necessário ter em conta determinadas precauções e medidas de segurança. No seguimento, encontrará um resumo das normas mais importantes com respeito a recipientes móveis.

Normas básicas para o armazenamento de produtos químicos

  1.  Acondicionar em lugares de trabalho as quantidades de produtos químicos que sejam estritamente necessárias. Deste modo, é mais fácil isolar e diminuir os perigos resultantes do seu manuseamneto e dotar as instalações dos meios de segurança adequados.

  2. Não armazenar os produtos químicos e líquidos perigosos em recipientes abertos. Os recipientes adequados têm de ser fechados ou ficar vazios, após a sua utilização. Deste modo, é preferível ter algum tipo de bloqueio de segurança automático.

  3. Armazenar os productos químicos e substâncias perigosas separadas e classificadas pelo respetivo risco que produzem (incêndio, corrosivo, tóxico…) e sendo muito cuidadosos com as incompatibilidades em face de possíveis reações, como por exemplo, substâncias combustiveis, afastadas das oxidantes ou tóxicas.

  4. Colocar os recipientes de pouca capacidade para substâncias corrosivas, como ácidos e alcalinos, separados entre si com bandejas e bacias de retenção que possam conter derrames provocados por fugas ou roturas de recipientes.

  5. É necessário selecionar recipientes adequados que minimizem o efeito corrosivo das substâncias armazendas.

  6.  Devido à sua fragilidade, utilizar o vidro apenas para pequenas quantidades. Utilizar todo tipo de proteções e também pegas para facilitar o manuseamento dos recipientes.

  7. Conservar os recipientes de plástico em locais protegidos do sol ou as baixas temperaturas para evitar que se deformem. Para além de, em caso de substâncias químicas perigosas, o recipiente de plástico ter que estar homologado.

  8. Boa ventilação em armazéns, sobre tudo em locais para produtos tóxicos ou inflamáveis (que podem provocar atmósferas explosivas), assim como sistemas de drenagem que ajudem a controlar derrames de substâncias químicas.

  9. Dividir e classificar as superfícies dos locais, em seções diferenciadas, identificando as substâncias e as suas quantidades. Assim que, no caso de un derrame ou incêndio, seja possível atuar com precisão evitando desastres em maior escala.
    O acesso a portas deve estar desempedido e devidamente sinalizado.

  10. Evitar trabalhos que possam produzir calor ou faíscas (moagem, soldagem…) perto das zonas de armazenamento, para reduzir a possibilidade de criar atmosferas explosivas.

  11. Os armazéns onde são armazenadas substâncias químicas inflamáveis, devem cumprir com os requisitos básicos: evitar focos de calor, conter bloqueios resistentes ao fogo (REI 120), adotar instalação elétrica antiexplosiva (ATEX) e dispor das medidas básicas contra incêndios.

  12. Trabalhar com procedimentos seguros no armazenamento e manuseamento de produtos químicos, e que os trabalhadores estejam plenamente informados dos riscos a que estão expostos.

Consulte a nossa loja online para o armazenamento de produtos químicos e substâncias perigosas